João M. A. Soares

João M. A. Soares

 

João M. A. Soares nasceu em Lisboa em 1948 e é licenciado em Agronomia pelo Instituto Superior de Agronomia, com a Especialidade de Indústrias Agrícolas.

Ainda antes de concluir a parte escolar do Curso, começou a trabalhar com produtos florestais, nomeadamente na área da cortiça e das suas manufacturas. Mais tarde, e sempre na Administração Pública, envolveu-se profundamente no tema da economia florestal e das fileiras florestais, bem como no estudo da sua importância e potencialidades para a economia portuguesa.

Terminou a sua carreira na Função Pública como Director-Geral das Florestas, tendo sido, nessa qualidade e nesse lugar, “atropelado” pela “guerra dos eucaliptos” (no final dos anos 80) o que o levou a (re)estudar a relação silvicultura/ambiente, nas suas diversas vertentes, defendendo desde cedo a necessidade de um compromisso responsável entre a economia, o ambiente e o social, conceito que veio a ser pouco depois mundialmente consagrado na “ECO 92”, no Rio, sob o nome de Desenvolvimento Sustentável.

Em 1990 ingressa no sector privado, na Soporcel, na fileira árvore/papel, onde desenvolve o resto da sua actividade profissional por conta de outrém, primeiro na área do abastecimento de madeira e da gestão florestal e no final como assessor para a floresta, ambiente e desenvolvimento sustentável.

Ao longo da sua carreira desempenhou vários cargos nacionais e internacionais de relevo, sempre procurando divulgar temas técnicos e participar na discussão cívica e pública dos assuntos directa ou indirectamente relacionados com a floresta. São essas intervenções públicas, de 1972 a 2014 que aqui se encontram publicadas.

João M. A. Soares