João Rangel de Lima

 

João Rangel de Lima, natural de Lisboa, fez os seus estudos na mesma cidade e licenciou-se em Engenharia Electrónica no I.S.T.

Quem diria que se iria dedicar a escrever peças de teatro e romances? Sim, quem diria... No entanto, vemos que Miguel Torga era médico, Eça era licenciado em Direito, Camilo andou entre Direito e Medicina e Jorge de Sena era Engenheiro Civil. Escrever não exige carteira profissional... felizmente.

Trineto dum escritor teatral - Francisco Rangel de Lima - terá herdado os genes do trisavô. Quem sabe? Na verdade, o teatro sempre o apaixonou e, no Liceu Camões, professores como Vergílio Ferreira influenciaram-no a aventurar-se no mundo da literatura para além da cartilha oficial. Descobriu Eça de Queiroz, Camus, Beckett, o grande Fernando Pessoa, Oscar Wilde, Steinbeck...

Nunca considerou o mundo da Arte e da Ciência incompatíveis, mas antes mutuamente inspiradores. Sempre considerou que, quer na Engenharia, quer na Escrita, a criatividade era, em ambas, fundamental.

Como não conseguiu saída profissional criativa na Engenharia (só uma breve incursão, com o saudoso Eng.º Jaime Filipe, na investigação da prótese de uma mão que abortou por corte no subsídio), procurou-a na Matemática, criando um programa pioneiro de matemática para o ensino básico no Externato As Descobertas, em que acaba por se fixar, dedicando-se a construir, com uma equipe de heróis, uma Escola digna desse nome.

Assume o cargo de Director Pedagógico sob o desígnio da tal criatividade. Uma escola sem criatividade é um Diário da República. Com o Teatro e a Matemática sempre a pulsar em sincronia, o autor com os seus alunos vai vivendo nos dois mundos e usufruindo das intersecções. Clubes de Teatro para alunos e ex-alunos são o sonho em movimento.

Retrospectivamente, a publicação do primeiro livro, Vamos, agora, fazer uma peça que se perceba, só podia acontecer e durante a merecida e proveitosa aposentação. Tomando-lhe o gosto, publica Os Pássaros Não Têm Orelhas (peça de teatro) e o primeiro romance - nova aventura - Não Mates a Mãe de Desgosto.

O que se seguirá? Bem, “as coisas acontecem antes de acontecer”, como disse Clarice Lispector.

João Rangel de Lima

Mostrar por página
Ordenado por

Novo Escreva, por favor, "Espinosa"

Código do produto: 9789898986269

14,50
Envio no prazo de 2 dias úteis, após pagamento