Enviar questão sobre produto

Se desejar colocar uma questão sobre este produto, simplesmente preencha todos os campos marcados com asterisco (*) e clique "Enviar". O seu nome e endereço de correio electrónico não serão publicados.

Crónicas da Terra
Código do produto: 9789898867360
13,00

IVA incluído à taxa legal vigente
Encargos de expedição não incluídos

Crónicas da Terra

de: Belino Costa


Sinopse


Crónicas da Terra reúne um conjunto de textos que constituem um memorial sobre a infância e adolescência do autor, vividas na aldeia de Bustos (distrito de Aveiro) durante as décadas de sessenta e setenta do século passado.

A rua onde cresceu, os familiares e os vizinhos, todos eles agricultores, marcam de forma decisiva a descoberta de um mundo mais vasto e complexo. É no convívio com aqueles, que transportam, nas unhas e nos poros, terra escura” e que “cantam quando a faina aperta e o céu troveja”, que aprende os valores essenciais.

Da política à moral e à cidadania, passando pela sexualidade, pela religião e pela superstição, o autor evoca uma época e uma realidade que, entretanto, desapareceu. As máquinas substituíram os animais, a democracia substituiu a ditadura e o trabalho agrícola deixou de ser a base de sustentação da população.

Num segundo momento do livro, regressa aos cenários da infância para se confrontar com essa transformação. Confessa então: A paisagem que agora observo é outra, está marcada por ausências. Abrir esta janela é visitar um tempo que acabou. E desse fim, dessa voragem que aniquilou coisas, plantas, animais e pessoas não me posso excluir, também eu morri com eles. Abrir esta janela é descobrir que todos os dias vamos morrendo um poucachinho. Nisso não deve existir tragédia ou ressentimento. É assim, faz parte da nossa condição. Perante essa quotidiana inevitabilidade só a vida conta, só ela nos justifica”.

 Crónicas da Terra é mais do que uma autobiografia ou um memorial, é uma sentida homenagem a uma geração de homens e mulheres que “apenas aspiravam a ter saúde”, para fazerem frente à labuta do dia a dia.  Era do trabalho que nascia a felicidade.


 

Envio no prazo de 2 dias úteis, após pagamento


A sua questão para nós
Designação
Telefone
Se indicar o seu número de telefone, temos todo o prazer em contacta-lo(a).
Endereço de correio electrónico *
Pergunta *

Política de privacidade: Os seus dados inseridos aqui apenas serão utilizados para responder a esta questão e nunca para outros fins. Para mais informações, consulte Política de privacidade.