Prece de um Combatente


2 - 2 de 3 resultados

Prece de um Combatente

Código do produto: 9789892030685

Envio no prazo de 2 dias úteis, após pagamento

19,80

IVA incluído à taxa legal vigente
Encargos de expedição não incluídos



Prece de um Combatente

Nos Trilhos e Trincheiras da Guerra Colonial

de: Manuel Luís Rodrigues Sousa

 Visualize o livro por dentro


Sinopse


Pela Pátria…
- Fomos arrancados ao convívio dos entes queridos, interrompendo e adiando promissores projectos de vida;
- Vivemos a pungente despedida do zarpar lento de um navio, pejado à proa de lenços brancos a acenar para outros que se agitavam no cais, pairando a incerteza de, um dia, podermos ali voltar;
- Aportámos em terras de África, cujo clima nos causticou a pele e nos tornou pasto fácil para turbilhões de insaciáveis insectos;
- Estreitámos relações com as populações nativas e as suas crianças que, no dia a dia, nos surpreendiam com os seus rituais, a sua cultura;
- Não resistimos à beleza das bajudas, (raparigas) vivendo com elas romances de “amor em tempo de guerra”;
- Calcorreámos trilhos e picadas, ora sob poeira asfixiante e calor intenso, ora sob chuvas tropicais diluvianas;
- Transpusemos linhas de água e pantanosas bolanhas que quase nos submergiam;
- Passámos fome e sede, bebendo, muitas vezes, a água insalubre das bolanhas;
- Fomos acometidos de doenças tropicais;
- Vimos rebentar minas sob viaturas e companheiros de armas, as quais deixavam rasto de destruição e de morte;
- Rastejámos e irrompemos sob o fogo intenso inimigo, debaixo do arrepiante sibilar das balas e dos estilhaços das granadas, ora a atacarmos, ora a defendermos;
- Como toupeiras impregnadas de pó ou de lama, abrigámo-nos do fogo inimigo nas labirínticas trincheiras dos quartéis, defendendo essas nossas posições;
- Vimos companheiros no campo de batalha a agonizar, balbuciando as últimas palavras que guardamos na alma como fiéis depositários;
- Disparámos para não morrermos;
- Pairaram sobre nós vorazes abutres, atraídos pelo sangue que nos jorrava da carne rasgada;
- Honrámos o nome dos companheiros que tombaram em combate, gravando-os de forma indelével em singelos monumentos, autênticas obras d’arte disseminadas no chão colonial africano;
- Sofremos mazelas físicas e psicológicas que nos vão acompanhar durante o resto da vida;
- Tivemos saudades que desfiámos em longas missivas na troca de correspondência com os familiares, namoradas e madrinhas de guerra, além do célebre “adeus até ao meu regresso”, difundido através da Rádio Televisão Portuguesa na quadra natalícia;
- Fomos irreverentes, brigámos, brincámos, rimos, cantámos e chorámos;
- Finalmente chegámos de regresso ao cais onde ternos abraços de saudade nos cingiram, contrastando com o drama daqueles que não tiveram a mesma ventura de abraçar os nossos companheiros, em cujo navio os seus lugares vieram vazios.
- Enfim, com sublime abnegação, tudo isto foi, por ela,
… LUTAR!


 

Informação adicional do produto

ISBN 9789892030685
Data de publicação 31/08/2012
Idioma Português
Formato (fechado) A5 (148 x 210 mm)
Tipo de encadernação Capa mole (brochado)
N.º de páginas 398
Grafismo da capa Marco Martins
Paginação gráfica Paulo Resende

Também recomendamos

do mesmo autor
do mesmo autor

Procurar também nestas categorias: Manuel Luís Rodrigues Sousa, Memórias, vivências e testemunhos, Edição do Autor, Os nossos Livros
2 - 2 de 3 resultados