Salazar e os Monárquicos: A Tentativa Restauracionista de 1951


Salazar e os Monárquicos: A Tentativa Restauracionista de 1951

Código do produto: 9789898413031

Envio no prazo de 2 dias úteis, após pagamento

9,50

IVA incluído à taxa legal vigente
Encargos de expedição não incluídos



Salazar e os Monárquicos: A Tentativa Restauracionista de 1951

de: Carlos Guimarães da Cunha


Sinopse


Desde os seus tempos de aluno de Direito em Coimbra que, segundo testemunhos idóneos, Salazar era considerado monárquico. Para isso muito contribuiu também o facto de ter sido processado, em 1919, juntamente com outros professores, acusado de fazer propaganda monárquica nas suas aulas. Salazar, todavia, nunca afi rmou publicamente que era monárquico, e em vários momentos da sua vida pública considerou mesmo secundária a questão do modo de designação do chefe do Estado. Por motivos vários, grande parte dos monárquicos aderiu ao «Estado Novo» e alimentou a esperança de que o regime possibilitaria, em data futura e num condicionalismo favorável, a restauração da monarquia. A movimentação monárquica de 1951 teve a sua origem nessas circunstâncias, que aqui se procura explicar.


 

Informação adicional do produto

ISBN 9789898413031
Data de publicação 31/07/2010
Idioma Português
Formato (fechado) A5 (148 x 210 mm)
Tipo de encadernação Capa mole (brochado)
N.º de páginas 168
Grafismo da capa Sítio do Livro
Paginação gráfica Paulo Resende

Procurar também nestas categorias: Carlos Guimarães da Cunha, Edições Vírgula ®, História e Biografias, Os nossos Livros